Futebol: A polêmica final entre São Paulo e Tigre

Lucas

Querendo ou não, a final da Copa Sul-Americana desse ano marcará e manchará a história tanto do São Paulo quanto do Tigre. O que aconteceu ali foi apenas uma bola de neve e tenho minha teoria do caso. Tudo começou com a jogo de ida na Argentina, onde o Tigre mostrou que tenta vencer no psicológico, pois não tem a menor condição técnica pra vencer na bola. Tudo bem que eliminaram o Millonarios, time que vinha fortíssimo essa temporada, mas o que eles fizeram contra os colombianos foi quase a mesma coisa que o Chelsea fez com o Barcelona na última Champions League. Bateram, bateram, e bateram denovo. Provocaram. Foi a velha catimba argentina que dessa vez veio no seu limite, e deu quela confusão toda, e o clima ficou feio.

A primeira confusão aqui em São Paulo foi quando o ônibus dos argentinos foi depredado, claro que por torcedores imbecis. Depois os paulistas que já não haviam deixado seus adversários reconhecerem o campo com a desculpa do desgaste por causa do show da Madonna, não deixaram eles realizarem o aquecimento no gramado. Pra mim isso foi o jeito do São Paulo se “vingar” do tanto que apanhou na semana anterior. Mas é claro que os argentinos não respeitaram, acharam uma brecha e se aqueceram no campo com cara debochadas. Pra mim a confusão começou aqui. Quando o jogo começou, foi o esperado, o São Paulo mostrou sua clara superioridade, fez 2 a 0 sem muita dificuldade. Já o Tigre, fez o que sabe: bater. Era pra ter dois jogadores expulsos, aquela cotovelada no Lucas foi ridícula. Mas infelizmente, o juiz é uma baita bunda mole e não fez nada e perdeu controle do jogo.

Vestiário

A provocação do Lucas que causou aquela confusão depois do final do primeiro tempo, resultou em uma expulsão pra cada lado, mas a confusão foi tanto que ninguém reparou. Aqui deixo a minha teoria, pelas várias notícias que li e do que ouvi na hora, o mais provável é que os jogadores do Tigre foram arranjar confusão com os são paulinos e encontraram 10 seguranças e deu no que deu. Se fosse outro time, não acharia que seria algo assim, mas um time que se mostrou totalmente provocador e sem educação alguma o tempo todo, era o que se esperava mesmo. E essa história de armas de fogo, duvido que seja verdade, afinal, segurança de clube não tem licença para ter uma arma de fogo. Sendo assim, nem os jogadores do São Paulo nem a diretoria tem culpa por essa confusão vergonhosa, e agora tem de arcar com a tremenda imagem negativa que gerou não apenas pro time, mas sim para todo o país.

O que mais me impressionou foi como a imprensa argentina foi pretensiosa e tratou seus compatriotas como santos, dando pra ver nos sites deles o quanto seu povo em grande maioria é preconceituoso. Muitos comentários chamando os brasileiros de macacos e favelados, ridículo. Agora o que me preocupa é essa tenção que pode se criar entre os dois países durante a próxima Libertadores. Também que pegou mal para o país que vai sediar a copa de 2014. Enfim, no final das contas, o São Paulo mereceu ser campeão apesar de não ter enfrentado nenhum time muito difícil. Mas infelizmente esse é um dos títulos que veio junto com uma mancha para a história do clube.

São Paulo - Campeão Copa Sul-Americana 2012

Anúncios

Futebol: São Paulo – O campeão que não é mais campeão

Tri-campeonato brasileiro em 2008, esse foi o último título do meu querido São Paulo Futebol Clube. Sendo assim, já fazem 4 anos que o time está na seca. Do time que começou em 2002 uma fase avassaladora, se transformou um time que alcançou seu ápice e caiu, bastante. Para 2012, a diretoria finalmente acertou e montou um bom elenco, poderia ser melhor, mas já é muito comparado com os anos anteriores. No final do ano passado fizeram o principal, trouxeram um doido pra botar ordem na casa: Emerson Leão. Já teve várias confusões dentro do clube, mas conseguiu organizar e ter grande respeito do time, por mais que não gostem de certas coisas.

Trouxeram Luis Fabiano, que aos poucos vai melhorando mais e mais, mas ainda não mostrou o porque foi a contratação mais cara da história do clube. O Lucas joga muito, mas faz muito tempo que é irregular em campo, se salvando várias vezes por uma ou duas jogadas individuais. Jadson chegou jogando muito mal e demorou para melhorar, vem jogando bem, mas já mostrou que não é o jogador 10 que o São Paulo precisa em nível muito alto. Ele é apenas bom. Denilson quando finalmente jogou e se tornou importante, tem que voltar para o Arsenal.

Vamos jogar mais, pessoal!

Denis se mostrou um goleiro pouco confiável, falha muito, mostrando que o São Paulo precisa correr para achar um substituto ao nível do Rogério Ceni. Nem vou citar os lesionados porque nesse caso são apenas infelicidades. A zaga é mediana. Rodrigo Caio é melhor que o Piris mas não se destaca tanto também. Casemiro é importante no grupo, mas jogou muito melhor ano passado. Cícero ainda tem mais o que mostrar. O único que realmente vingou no time foi Cortez, que veio do Botafogo e vem jogando demais. Para mim, é o jogador do time na temporada, atuações excelentes, talvez até merecesse uma chance na seleção, talvez.

São muito jogadores de qualidade, o time é um dos 5 melhores do país, mas o time tem atuações irregulares. É triste ver isso, mas o São Paulo há quatro anos “treme” nas horas decisivas. A derrota agora na Copa do Brasil para o Coritiba somente demonstra isso denovo, o São Paulo tinha um time melhor (não muito porque o Coritiba também é muito bom) mas foi inferior nos dois jogos. Infelizmente, o time “treme na base” quando realmente precisa. O time campeão não age mais como campeão. Na verdade, não é mais campeão, tomara que não vire time que vive apenas de seu passado.