Política: A crise europeia tem a Espanha como mais um destaque

A crise europeia é longa e preocupante para o mundo tudo, afinal, se a europa cai, o resto do mundo cai junto. Reuniões para tentarem resolver o dilema grego acontecem à muito tempo e não vem levando à nenhum resultado expressivo.  O dinheiro já usado para tentar salvar os gregos é absurdo, e aparentemente só conseguiram adiar uma decisão pesada sobre a permanência ou não dos gregos no Eixo do Euro. Até o presidente americano Barack Obama se mostrou preocupado com a situação e como ela pode afetar não somente os Estados Unidos, mas como todo o mundo. Segundo ele, é importante manter aliança com a Grécia para demonstrar união e que o continente está preparado para os sacrifícios necessários.

Enquanto adiam o dilema grego, agora é a Espanha que aparentemente está com sérios problemas. Enquanto sua equipe de futebol faz sucesso, o rumor atual é que o país irá pedir ajuda aos bancos europeus para evitar piora nos problemas em seu mercado, sendo o quarto maior país pedir ajuda desde o início da crise. E esse pedido deve realmente acontecer amanhã, pois já estão dizendo que haverá uma reunião já esse final de semana entre 17 ministros europeus para analisar o pedido espanhol. A decisão espanhola sobre pedir ou não ajuda dependerá dos resultados da auditoria sobre os bancos em dificuldade no país.

Anúncios

Futebol: E a Eurocopa 2012 começa!

Hoje começou o maior evento entra seleções de futebol na Europa, a Eurocopa! O evento tem um peso enorme, já que basicamente, metade dos participantes da copa do mundo estão no evento. E pensando bem, tirando Brasil, Argentina e mais alguns dois países que aparecem de zebra, os grandes países da copa do mundo estão na Eurocopa. No ano em que o mundo para por causa da Olimpíadas em Londres, minha maior ansiosidade esportiva é a Eurocopa (bem típico de brasileiro mesmo).

Sediada esse ano na Polônia e na Ucrânia, o evento tem tudo para ter um nível espetácular. O grupo B é o temível grupo da morte (temível para os times, excelente para quem assiste), com Alemanha, Portugal, Dinamarca e Holanda. Para mim, a Alemanha junto com a Espanha são as melhores equipes dessa Euro e tem tudo para passar sem tantos problemas. A Dinamarca pode ter suas qualidades, mas definitivamente vai ser um saco de pancadas. A Holanda vem como o time que deve passar em segundo, com um elenco muito forte. Já Portugal com sorte pode passar, pois apesar de ter o melhor jogador da competição (Cristiano Ronaldo), não tem um elenco tão forte assim.

Cristiano Ronaldo é a esperança de Portugal nessa Eurocopa, mesmo estando devendo boas atuações com a camisa vermelha

Já o Grupo C tem a Espanha, Itália, Irlanda e Croácia. A Espanha é a atual campeã e vem como favorita, por apesar de já ter mostrado que não é imbátivel, tem um grupo forte e incontestável. A Itália vem em crise por sua seleção jovem e fraca não ter se encontrado ainda, atrapalhada ainda mais por um novo escândalo de corrupção, fazendo jus à fama que o país tem. Teoricamente a Itália deveria passar em segundo lugar, mas as chances das boas (mas nada especiais) seleções da Croácia e da Irlanda passarem, são grandes.

O Grupo D é formado por França, Inglaterra, Suécia e Ucrânia. A França aparece como a seleção favorita desse grupo, pois vem voltando a ter sua grandeza de sempre, e liderada por Ribery e Benzema, deve passar em primeiro. A Inglaterra vem com sérios desfalques e vai jogar em Rooney suas fichas, pois ainda é obrigação passar pela Suécia e Ucrânia, que são outras seleções apenas boas.

O evento começou com um belo jogo entre Grécia e Polônia pelo grupo A, que contou uma arbitragem duvidosa de Carlo Velasco Carballo. O espanhol errou feio ao dar o segundo amarelo para o zagueiro grego Papastathopoulos em uma falta inexistante e não marcou um pênalti para a seleção grega. A Polônia, dona da casa, tendo com muito apoio da torcida, jogou bem o primeiro tempo, mas não conseguiu manter o ritmo, mesmo com um jogador a mais em campo.

Jogaço na estréia

A Grécia jogou razoávelmente bem no primeiro tempo, mas foi no segundo tempo, com um jogador a menos que a Grécia jogou muito, conseguiu empatar o jogo, até conseguiu um pênalti, o lance de maior destaque no jogo. Salpingidis recebeu a bola, e no desespero para evitar o gol, o goleiro polonês Szczesny fez pênalti sendo expulso. O principal jogador grego, Karagounis (capitão) bateu o pênalti, que foi defendido pela goleiro reserva Tyton, que se tornou herói. Depois disso, as duas equipe pareciam satsifeitas com o 1×1 e ficaram nisso mesmo. Jogo de qualidade surpriendente.

O segundo jogo foi entre República Tcheca e Rússia, em um jogo melhor ainda. Apesar da goleada de 4×1, o jogo não foi um massacre total, pelo contrário, foi um jogo aberto, com as duas equipes atacando bem, só que a melhor seleção aqui prevaleceu, mostrando estar em outro nível e que vai dar muito trabalho. Destaque nesse primeiro dia de competição é o nível técnico dos jogos, abertos, sempre pra frente, com pouquíssimas faltas. Essa Eurocopa realmente promete!

Na sua estréia, a Rússia mostrou realmente ser uma das favoritas