Política: Discussão pela meia-entrada na Copa do Mundo de 2014

O ministro dos esportes, Aldo Rebelo, vai se reunir com representantes dos estados e capitais que vão sediar a Copa do Mundo de 2014 em nosso país para definir as leis gerais da copa. Aparentemente a nossa presidenta Dilma Rousseff vetou uma proposta que anularia leis estaduais e municipais em relação à desconto dos ingressos para a copa para estudantes, o que deve fazer a FIFA ter que mudar seu posicionamento diante do caso.

A instituição é contra a meia-entrada para idosos e estudantes, defendendo ingressos mais baratos apenas para as pessoas com baixa renda. Agora a FIFA tende a ter que entrar em negociação com os municípios, estados e representantes dos estudantes, o que provavelmente fará a instituição ter que repensar sua posição e ação nessa situação. Apesar das chances da meia-entrada terem maior espaço melhoram, essa bela ação da nossa presidenta tende a enfraquecer um pouco a relação do nosso governo com a FIFA.

Anúncios

Política: A crise europeia tem a Espanha como mais um destaque

A crise europeia é longa e preocupante para o mundo tudo, afinal, se a europa cai, o resto do mundo cai junto. Reuniões para tentarem resolver o dilema grego acontecem à muito tempo e não vem levando à nenhum resultado expressivo.  O dinheiro já usado para tentar salvar os gregos é absurdo, e aparentemente só conseguiram adiar uma decisão pesada sobre a permanência ou não dos gregos no Eixo do Euro. Até o presidente americano Barack Obama se mostrou preocupado com a situação e como ela pode afetar não somente os Estados Unidos, mas como todo o mundo. Segundo ele, é importante manter aliança com a Grécia para demonstrar união e que o continente está preparado para os sacrifícios necessários.

Enquanto adiam o dilema grego, agora é a Espanha que aparentemente está com sérios problemas. Enquanto sua equipe de futebol faz sucesso, o rumor atual é que o país irá pedir ajuda aos bancos europeus para evitar piora nos problemas em seu mercado, sendo o quarto maior país pedir ajuda desde o início da crise. E esse pedido deve realmente acontecer amanhã, pois já estão dizendo que haverá uma reunião já esse final de semana entre 17 ministros europeus para analisar o pedido espanhol. A decisão espanhola sobre pedir ou não ajuda dependerá dos resultados da auditoria sobre os bancos em dificuldade no país.