MMA: Chael Sonnen, quase tudo para ser campeão, quase

Chael Sonnen me encantou a primeira vez que o vi provocando Anderson Silva. Seu jeito de idiota, falando coisas extremamente ofensivas para afetar o seu adversário psicológicamente me lembraram muito dos heels do Wrestling, que são os caras que fazem o papel da “malignos”. Além disso, acho muito divertido quando os lutadores são agressivos assim, dá mais dinâmica às lutas. Sonnen deixou bem claro: faria qualquer coisa para conseguir ser o campeão mundial por pelo menos um dia. Ele não liga de ser odiado por todos, o que importava era vencer. Pode ser tão idiota quando se fez, mas as provocações que ele fez claramente foram apenas para ter uma chance maior contra Anderson, que tem como um de seus pontos fortes a tranquilidade, o que o faz quase não errar.

Chael Sonnen provocando… A VÁ!

E o cara conseguiu. Mesmo com tantas pessoas à volta de Anderson, aparentemente ninguém falou para ele que tudo que o cara queria era tirá-lo do sério, e conseguiu. A resposta do brasileiro, agressiva como foi, me fez pensar que Chael teria muitas chances de ganhar se o brasileiro entrasse alterado no ringue. Mas para o azar do americano, o brasileiro se mostrou tranquilo e apesar de demonstrar estar querendo muito bater no americano, não mudou suas características, não deixando suas emoções contra ele o levasse ao erro. Quando vi que ele estava normal, já vi que a chance de Sonnen era bem menor do que esperava. O primeiro round foi impressionante, Sonnen derrubou Silva, que apenas se defendeu muito bem dos ataques intensos do americano, que foi muito agressivo, foi melhor no primeiro Round, lembrando da primeira luta dos dois. No segundo round, Anderson foi muito bem e não deixou ser levado ao chão, o que deu a sua vitória. Isso porque em meio as tentativas de atacar Silva, Sonnen fez isso:

Depois de um erro idiota desses, não tinha qualquer chance de Silva desperdiçar, e nocauteou seu adversário sem grandes dificuldades, se mostrando cada vez mais imbatível. Até parece o Chuck Norris do UFC. Ainda provocou o adversário depois do combate, o comprimentando e abraçando, pedindo para o público ter respeito para mostrar que os brasileiros são educados e o chamou para um churrasco na sua casa. Foi hilário e humilhou Sonnen. Parecia estar vendo luta livre pelo modo que tudo aconteceu, inclusive o fim. A rivalidade foi intensa, um cara desgraçado faz as coisas “sujas” e representa o lado maligno e desleal, cumprido bem por Sonnen, o cara que já cometeu crimes. Já Anderson Silva foi o cara “legal”, o herói nacional, que apesar de tudo tinha várias pessoas torcendo contra. Me lembrou muito o John Cena, só que habilidoso.

Sinceramente, acho que Sonnen tinha como vencer a luta. Se ele conseguisse levar Anderson todos os rounds para o chão e fazer o que fez no primeiro round, poderia ter ganho. Mas o grande problema do Chael é o que não o torna um campeão: ele falha demais. Apesar de sua ofensiva excelente, Sonnen facilmente comete erros que já custaram várias lutas. Se você olhar para Anderson Silva, ele é extremamente habilidoso, e quase nunca erra. Por isso que ele é tão difícil de se vencer. E enquanto Sonnen continuar com seus problemas defensivos, dúvido que será campeão. Pelo menos não antes de Silva se aposentar. Depois disso, quem sabe ele consiga? Mas dúvido que seu reinado dure muito…

Isso foi bonito de se ver, apesar de toda a história por trás, consideram MMA um esporte, certo? Então respeito tem que prevalecer.

Anúncios